VOCÊ E SUA MALA DE VIAGEM....O QUE LEVAR ?

maleta

Para VOCÊ que está vindo para o Chile... O país conta com regiões com os mais diferentes tipos de paisagem, entre elas a moderna e cosmopolita Santiago, a Patagônia coberta de neve e o calor do Deserto do Atacama.

Então, organizar uma mala nunca é uma tarefa fácil, muitas vezes é uma fonte de estresse para muitas pessoas. Às vezes, torna-se impossível decidir o que levar e o que não levar em sua viagem e acabamos tomando decisões erradas.

Então...estaremos aqui para tentar auxiliar em suas decisões!

Em um voo internacional para América do Sul geralmente cada passageiro tem direito a levar uma mala despachada de até 23 quilos, além de uma bagagem de mão de aproximadamente até 10 quilos (com medidas e especificações da companhia). Porém sempre é bom conferir , confira as regras da sua passagem, pois podem variar.

 

 

DOCUMENTOS IMPORTANTES

Para sua viagem ao Chile, o turista brasileiro não precisa apresentar passaporte. Basta apenas portar o Registro de Identidade (RG) em bom estado, e com menos de dez anos de expedição.

Crianças ou menores de 18 anos que estejam viajando ao país desacompanhado devem apresentar uma autorização de viagem internacional de criança e adolescente.

Este documento deve ser impresso do site do Conselho Nacional de Justiça, assinado e ter firma reconhecida em cartório.

É importante levar uma parte do dinheiro já em pesos chilenos.

Embora a conversão cambial do real em pesos não seja muito vantajosa no Brasil, durante sua viagem ao Chile leve consigo uma parte do dinheiro já convertido em pesos, para custear suas despesas iniciais, pois o Câmbio no aeroporto além de uma cotação abaixo da praticada na cidade ainda conta com uma taxa.

 

A ADUANA CHILENA

Além de bem exigentes e detalhistas a Aduana chilena presta um serviço de qualidade, por isso aqui iremos citar como você deve proceder para não passar pelo famoso “mico” de turista e não levar uma multinha ao chegar no País. 

Mesmo que a restrição para entrada de alimentos de origem vegetal e animal seja proibida em diversos países, o Chile é um dos que tem a fiscalização mais rígida. E muita gente acaba cheio de dúvidas na hora de entrar no país. Afinal, o que pode e o que não pode?

No avião a equipe de bordo irá entregaro formulário de aduana que todo estrangeiro deverá preencher ao ingressar no Chile (pode ser baixadoou visualizado neste link  caso você já o queira levar preenchido)(http://www.sag.cl/sites/default/files/dj_2016_editable_0.pdf.)

Preste atenção nos itens “Mercancías”, “Instrumentos Negociables” e “Productos de Origen Vegetal o Animal”. O verso do documento explica detalhes sobre esses itens, mas vamos tentar aquiajudar.

Mercancías (Mercadorias)

Você DEVE declarar quando estiver trazendoITENS PESSOAIS NOVOS ao ingressar no país. Como: Máquina fotográfica, Celular, Notebook, etc.

Se já estiverem em uso esses itens não precisam ser declarados assim como e medicamentos com receita médica.

Compras até o limite de US$ 300,00 também podem entrar tranquilamente, mas fique atento com o limite de bebidas alcoólicas (2,5L/adulto) e cigarros (400 unidades/adulto).

Até US$ 500,00 de produtos adquiridos em free shops CHILENOS também entram numa boa.

Agora fique atento(a): Multa de 30% sobre o valor dos produtos não declarados ou que extrapolem a cota.

 

Instrumentos Negociables

Dinheiro e ou Travelercheck, você deverá declarar se estiver trazendo mais do queR$ 10.000,00 (ou equivalente, em que moeda for de acordo com a cotação no país). 

Productos de Origen Vegetal o Animal


Você deverá declarar o que está trazendo ao Chile os seguintes itens da lista:

  • Vegetais
  • Frutas e Hortaliças frescos, secos, desidratados, congeladas ou agro industrializadas.
  • Qualquerpedaço de um vegetal
  • Grãos e sementes
  • Temperos e condimentos
  • Flores e arranjosflorais
  • Terra ou produtos que contenham terra
  • Adornos e Artesanatos de origem vegetal
  • Madeira
  • Todo tipo de material biológico

 

 

Outros produtos de origem vegetal embalados ou não

  • Animais
  • Animais vivos
  • Carnes ou derivados
  • Leite e derivados
  • Produtos apícolas
  • Medicamentos veterinários
  • Sêmen e embriões
  • Alimentos para animais
  • Comida de uso pessoal que contenha produtos de origem animal
  • Artesanato de origem animal
  • Chifres, penas, cascos, dentes e outras partes de animais
  • Insetários
  • Geleias, ameixas secas, uvas passas, pacotes de maçã desidratada, banana para comer durante a viagem.
  • Folhas, talos, raízes, estacas, tubérculos, bulbos ou outra estrutura vegetal.

O que PODE entrar no país

Depois de declarar, você deve passar na Aduana para que eles confiram o produto.Alguns desses itens podem entrar no país desde que declarados. Mas atenção... Senão declarar existem grandes chances de não serem permitido a entrada.

Vegetais

  • Grãos tostados (café, cacau);
  • Congelados (frutas, hortaliças, legumes, grãos e tubérculos);
  • Farinhas, sêmolas, açúcares, cereais expandidos (cornflakes, aveia); frutas e hortaliças cozidas, confeitadas, em conserva ou salmoura (pickles de cebolas, palmitos, azeitonas);
  • Sementes secas salgadas, moídas, trituradas ou picadas em embalagens lacradas (amendoim, nozes amêndoas, castanha de caju);
  • Especiarias secas e moídas (orégano, cravo, canela, coco ralado, noz moscada, pimenta);
  • Sucos ou polpa de frutas; óleos vegetais; corantes ou essências vegetais; Bebidas alcoólicas ou fermentadas (vinho, cerveja);
  • Erva-mate ou chá em estado seco; gomas, melados e resinas vegetais; Herbários para uso científico ou educativo; cortiça;
  • Carvão; artesanatos que não contenham sementes, fibras vegetais naturais, cortiça, frutos e flores e outros produtos vegetais desidratados.

Animais

  • Enlatados que contenham carne cozida e sem osso;
  • Comida de uso pessoal (sanduíche e pratos preparados) e contenham carne cozida e sem osso;
  • Salames, presuntos e embutidos industrializados e cozidos;
  • Presuntos industrializados maturados (Serrano, Ibérico) que apresentem certificação sanitária do país de origem;
  • Lácteos industrializados pasteurizados;
  • Queijos industrializados elaborados com leite pasteurizado, queijos industrializados maturados (maturação maior que 60 dias);
  • Ovos cozidos;
  • Couro curtido;
  • Lã lavada;
  • Plumas lavadas ou bem limpas, sem restos de fezes ou sangue;
  • Ossos, cascos, chifres e patas que apresentem certificação sanitária do país de origem;
  • Produtos de uso cosmético não farmacêutico para mascotes.

Se você não declarou e tem os produtos indicados na sua bagagem, as chances de você ser pego e ter o seu produto apreendido são grandes! Além disso, corre o risco de ter que pagar uma multa.

O QUE NÃO PODE ENTRAR NO PAÍS

Independente de declarar ou não, não se esqueça de que armas, drogas e artigos psicotrópicos NÃO podem entrar nunca nem no Chile, nem em lugar nenhum do mundo!

Então o que levar na mala?Vai variar conforme a época do ano.

Para ajudar, vamos colocar aqui a média de temperatura conforme cada estação do ano em Santiago do Chile: (principal cidade visitada)

VERÃO: entre 17 e 32ºC (dezembro a março)

OUTONO: entre 5 e 20ºC (final de março a junho)

INVERNO:Próximo a zero graus (final de junho a setembro)

PRIMAVERA: entre 13 e 28ºC (final de setembro a dezembro)

Porém, é importante ressaltar que o tempo muda muito e dependendo do ano as temperaturas ficam atípicas.

Para evitar transtornos, pesquise no Google a previsão do tempo para os próximos dias quando faltar uma semana para sua viagem.

Se for incluir deserto, patagônia ou estação de esqui na sua viagem, atente-se para as condições climáticas do lugar para não estragar o seu passeio!

OS ITENS BÁSICOS

Não adianta, existem algumas peças que sempre vão estar na mala que independem da Estação. Além de cuecas, calcinhas e tops, uma boa calça de moletom e camisetinhas superconfortáveis serão sempre muito bem-vindas.

Iremos aqui tentar descrever o que é ideal você levar em sua mala e desfrutar da melhor forma possível em sua estadia no Chile e ajudar a transformar que sua viagem seja sensacional e sem infortúnios.

ESCOLHA AS ROUPAS COM CUIDADO

Ao decidir o que levar para sua viagem ao Chile é preciso ficar atento ao clima do país como informamos anteriormente. Com estações bem definidas o país possui verões muito quentes e invernos muito frios.

Como se trata de um país cujo ar é muito seco, a amplitude térmica costuma ser grande durante todas as estações. Por isso, pessoas mais sensíveis a temperaturas mais amenas precisam ter em sua mala roupas quentes caso viaje ao Chile durante o inverno.

UMIDIFICADOR DE AR

Embora o transporte deste equipamento possa resultar na cobrança de excesso de peso na bagagem, trazer consigo um umidificador de ar portátil é uma excelente escolha para os que visitam a cidade de Santiago Chile e pretendem passar mais de 1 semana no país.

Com um ar extremamente seco, o clima local pode deixar doentes pessoas mais suscetíveis aos efeitos da baixa umidade do ar apresentando, por exemplo, dificuldades para respirar e sangramentos nasais.

Além disso, adquirir estes equipamentos na cidade não é possível, pois as lojas locais não os comercializam, motivo que justifica o pagamento desta sobretaxa.

NÉCESSAIRE COM REMÉDIOS

Um cuidado importante no momento de decidir o que levar para sua viagem ao Chile é colocar remédios em uma pequena bolsa ou nécessaire, pois não é possível adquirir medicamentos no país sem receita médica.

Selecione remédios para cuidados simples, como antitérmicos, antialérgicos, analgésicos, antigripais e antiácidos. Evite apenas levar colírios.

Inclua também curativos, fitas adesivas, pomadas e produtos para primeiros socorros, principalmente se estiver viajando com crianças.

Não esqueça também de levar consigo protetores solares para os lábios, e aplica-los antes de chegar ao destino, pois o clima seco do Chile resseca a pele rapidamente.

 
   

NA MALA DE INVERNO

Usufruir o inverno chileno é uma boa pedida para as férias.

Uma dúvida muito recorrente da maioria das pessoas é: O que levar para o Chile no inverno?

Nada mais incômodo do que levar peças demais (e deixar a mala pesadíssima) ou de menos (imagine suportar baixas temperaturas sem o agasalho adequado).

Para impedir que isso aconteça, é preciso organizar com antecedência o que vai na sua mala.

ITENS QUE NÃO PODEM FALTAR NA MALA PARA O CHILE NO INVERNO.

       Para suportar as baixas temperaturas, é preciso colocar peças mais leves por baixo das mais grossas, como uma camiseta de algodão, meias e roupas de baixo como coletes de nylon. Essa será a primeira camada de peças que você vai usar.

     Peças de tecidos térmicos para a segunda camada:

   Fleece, linha, flanela e outros tecidos que esquentam devem fazer parte da segunda camada de roupa. Peças com tecidos tipo meia-calça são ótimos para aquecer e fazem pouco volume na mala.

Terceira camada, a mais importante:

   A terceira camada é composta por peças como calças, casacos, jaquetas e etc. Dê preferência para peças de tons mais escuros, que sujam menos. Roupas de tecido impermeável também são uma boa pedida.

COSMÉTICOS:

   Não se esqueça dos cuidados com a pele durante a viagem de inverno. Sua mala deve conter um bom protetor solar e óculos, pois o sol da neve é bem intenso e queima bastante. Além disso, é preciso ter à mão um protetor labial, para evitar rachaduras e ressequidão nos lábios.

ACESSÓRIOS:

   Echarpes, cachecóis, gorros e luvas são imprescindíveis para proteção térmica, além de conferir um toque de estilo no visual e pesam quase nada na mala de viagem. Então são itens obrigatórios e não “acessórios”

     CALÇADOS:

   Tênis, botas ou qualquer outro calçado confortável não podem faltar na mala. Se você vai para lugares com neve, não se esqueça das botas, senão, você corre o risco de ficar com os pés congelados.

OPÇÃO DE EMERGÊNCIA

Se você for para alguma estação de Esqui nas proximidades de Santiago, não se preocupe nós da Transmillenium sempre passamos no inicio do TOUR em um “RENTAL”, uma loja que você poderá alugar peças individuais que esqueceu em sua mala ou a Roupa Completa para o seu Tour, assim como o equipamento para as atividades na neve se assim desejar. Então não tem como não aproveitar né?

MALA DE VERÃO

Para aqueles que virão para Chile durante o outono ou primavera, sãoestações mais amenas, nossa recomendação é de que, ao decidir o que levar para sua viagem ao Chile, opte por uma mescla de roupas de inverno e de verão, como calças, camisetas, blusas leves e casacos.

Tênis e calçados fechados também são boas opções para que o corpo não sofra com a amplitude térmica registrada durante o dia.

Já para aqueles que virão durante o verão, onde a amplitude térmica ajuda a estação a não apresentar o forte calor visto no Brasil, a recomendação é colocar na mala itens típicos da estação (shorts, bermudas, vestidos, etc.).

No meio do dia faz muito calor e de noite e de manhã não, fica bem fresquinho. Amanhece perto dos 15C e vai esquentado ao longo do dia e passa de 30C, e depois dá uma esfriada de noite ficando perto de 20C.

Há uma particularidade no Chile que você pode “estranhar” durante sua viagem no verão, que é a hora em que o sol se põe.

Na maioria dos dias de verão, você olha no relógio, e fica surpreso, pois são 21 horas e o sol ainda está presente.

O verão em Santiago, a capital do Chile geralmente é muitoquente e seco. A média de temperaturas praticamente não desce de 30 graus, podendo atingir 34 ou 35 durante os dias mais extremos. Praticamente não chove, embora às vezes possa correr algum vento à noite e de manhã cedo, então será ótimo trazer uma mala leve, um suéter leve ou uma jaqueta fina em sua mala.

As sandálias abertas são muito boas para este clima, mas é sempre aconselhável levar um sapato fechado em caso de chuva. Isso não acontece com frequência, mas melhor não arriscar.

Se você é do tipo de turista que gosta de longas caminhadas pela cidade, não devem faltar na mala os bons calçados esportivos que protegem o pé.

Lembre-se que o calor e os sapatos ruins podem acabar se tornando o seu passeio um verdadeiro desastre.

Osbonés, as viseiras, os chapéus de abas largas também são muito bem vindos. O sol é intenso durante grande parte do dia, por isso qualquer proteção faz a diferença. Nessa mesma linha, não esqueça o protetor solar, óculos de sol e fique hidratado continuamente.

Dado este último, aconselho a não abusar do uso de água encanada. Embora seja completamente seguro e potável para consumo doméstico, muitos estrangeiros tendem a ser intolerantes aos minerais que contêm e apresentam algum desconforto estomacal. A garrafa de água de 900 ml é bastante econômica, não excedendo 1.000 pesos.

E se você quer aproveitar os lindos passeios nas Cordilheiras dos Andes nessa época do ano como oCajóndelMaipo ou o Valle Nevado, é necessário trazer roupas específicas para esses fins. A montanha tem seus próprios códigos climáticos, e na maioria das vezes há um vento frio que pode atrapalhar sua experiência, então é bom se proteger. Apesar de não terem mais neve, mantém um clima um pouco frio, mesmo ensolarado. Recomendamos calça comprida, calçado de marcha fechado e justo e uma jaqueta capaz de proteger do vento frio.

O que mais levar para Santiago do Chile no verão?

Ficou faltando falar sobre as roupas de banho,pois bem, o mar do Chile é gelado, poucos costumam apreciar o banho de mar.

Se você se hospedar em ambientes com piscina, talvez aproveite as roupas de banho, mas como nunca se sabe, leve-as, porém talvez nem use.

Então… seguindo nossas dicas não tem como você errar... E se tem alguma dúvida. Entre em contato conosco, iremos te auxiliar com maior prazer! Até breve!

Image

Catedral 1009, Of 1005
+56 232473849 
+56 232485568
contacto@turismotransmillenium.com

REDES

 face

insta     

Whatsapp

wsp

© Potenciado por CreoWeb. All Rights Reserved.

Buscar